MENU

ACONSELHAMENTO ESPIRITUAL

OS ORIXÁS E O SEU SIGNO

O QUE SÃO ORIXÁS

O QUE É O JOGO DE BUZÍOS

TRADIÇÃO AFRICANA

O SIGNIFICADO DAS VELAS

ENTREVISTAS SAPO ZEN

TEMPLO SAGRADO DE UMBANDA

 

Faça a sua Simpatia

Rituais de Amor e Sexo
Rituais para a Beleza
Rituais para Crianças
Rituais Diversos

 

 

Video

Pai Pedro de Ogum no Facebook

Arquivos

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Posts recentes

Um abraço forte a quem "...

Nova Gira (Ritual) no TSU

NOVO RITUAL DO TSU

Procura-se Médiuns

Honestidade

Festa em Honra de Exu e B...

Protocolos Mágicos

Desenvolvimento Mediunico

Você não deve ser umbandi...

Venha ser FELIZ

BOAS FESTAS A TODOS.

RITUAIS E CAMARINHAS AFRO...

1ª Camarinha - Retiro Esp...

Ébó Kásipàlará - Reconfig...

Globo Repórter mergulha n...

Por que a Vida é asssim ?

Palestra e Ritual - 19 de...

O que esperar de um(a) Bà...

Fotos da Festa de Yemanjá...

Festa em honra do Orixá Y...

Festa em honra do Orixá Y...

Noite Mágica e Esotérica ...

CONVERSAS EM RELIGIÃO

O que é Égbé Awo Omo Ogùn...

Diálogo com e entre as Re...

Reportagem do Jornal de L...

FESTA DE OGUM - QUINTA DO...

FESTA DE OGUM - PORTUGAL

Inauguração do TSU - Leir...

Inaguração do TSU-Leiria

RITUAL DE DESOBSESSÃO

CONSULTAS DE BUZIOS - 201...

TSU - LEIRIA

Iniciação em Ifá

Tertúlia sobre Religiões ...

Tertúlia sobre Religiões ...

A Fé e o Dinheiro, e a Am...

RETIRO ESPIRITUAL

Ritual Yorubá

Oro mimá - Bantos

Novo Peji 2013 - Renovaçã...

PALESTRA DE UMBANDA - DEZ...

Umbanda - Uma Religião Li...

Um dia você aprende que.....

Facebook

As rezadeiras tem remédio...

MENSAGEM DE PAI PEDRO DE ...

PROGRAMA JULÍA PINHEIRO

O poder de escolher

Implantação do Egbé Awo O...

Quarta-feira, 4 de Agosto de 2010

ANGOLA PRE COLONIAL E A CHEGADA DOS PORTUGUESES

 

Embora a historia pré colonial grande parte de Africa tem sido cuidadosamente pesquisada e preservada, há relativamente pouca informação a respeito da região que forma a Angola contemporânea quanto ao que era antes da chegada dos europeus em finais do século XIV.

Os colonizadores de Angola, os Portugueses, não estudaram as áreas de maneira tão exaustiva como os investigadores Britânicos, Franceses os Alemãs o fizeram em relação os seus impérios coloniais. De facto, os Portugueses estavam mais preocupados em registar o passado do seu próprio povo em Angola do que em relação a historia das populações indígenas.

As informações disponíveis indicam que os habitantes originais da Angola dos nossos dias se dedicavam a caça e a recolecção os seus descendentes, chamados Bushmen pelos europeus, ainda habitam porções do Sudoeste Africano e um número diminuto deles pode ainda ser encontrado no sul de Angola. Estes Khoisan perderam a sua predominância no Sudoeste africano como resultado da expansão para Sul dos Bantu durante o primeiro milénio A. C.

Os povos Bantu eram negróides adaptados a agricultura, caça e recolecção que terão começado provavelmente a sua migração das florestas húmidas próximas da região que hoje corresponde a fronteira entre a Nigéria e os Camarões. A expansão Bantu foi feita por grupos pequenos que empreenderam pequenas deslocações ao longo do tempo como resposta as condições económicas ou politicas. Alguns historiadores acreditam que os Khoisan foram pacificamente assimilados em vez de serem conquistados pelos Bantu. Outros acreditam que devido a sua natureza pacifica os Khoisan, simplesmente deixaram as suas áreas e deslocaram – se para sul longe dos recém-chegados.

Em todo o caso, os Bantu estabeleceram – se em Angola entre os anos 1300 e 1600, e alguns tantos podem ter chegado mais cedo. Os Bantu formaram um número de reinos historicamente importantes. O primeiro e talvez mais importante destes reinos foi o reino do Congo, surgido entre meados de 1300s e meados 1400s numa área que se estende entre aquelas que são hoje as fronteiras de Angola e da Republica Democrática do Congo. Outros reinos importantes eram o Ndongo, localizado a sul do Congo; Matamba, Kasanje, e Lunda, localizados a Este do Ndongo; Bié, Bailundu, e Ciyaka, localizados no planalto a Este de Benguela; e Kwanhama (também escrito Kwanyama), localizado próximo daquilo que hoje corresponde a fronteira entre Angola e Namibia. Embora eles não tenham desenvolvido um governo central forte, os Chokwe (também escrito Cokwe) estabeleceram um centro cultural importante a norte daquilo que hoje corresponde a Angola.

Os reinos pré coloniais diferiam em área e numero de súbditos que deviam obediência, embora nominal a autoridade central. Os reis podiam não controlar mais terra ou pessoas que os soberanos locais, mais eram geralmente reconhecidos como lideres. Aos reis era oferecido tributo e atribuídos poderes religiosos e sobrenaturais bem como autoridade. O poder real de um rei, era todavia determinado grandemente pelas suas qualidades pessoais e não tanto por arranjos institucionais.

Os reinos africanos tiveram tendência de estender as suas linhas de comunicação para longe do Oceano Atlântico. Ate a chegada dos Europeus, os Africanos encaravam o mar como um obstáculo ao comércio. Embora o mar podia fornecer sal e conchas que podiam ser usadas como moeda, o interior trazia a promessa de melhores zonas de caça, zonas agrícolas , mineração e comércio.

 

Tradução e Adaptação: Guido de Jesus Siolengue

publicado por Pai Pedro de Ogum às 10:54
link do post | comentar | favorito

Pesquisa

 

Abril 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Tags

todas as tags

Subscrever feeds

blogs SAPO