Este é o seu espaço de encontro entre o Mundo Espiritual e o Mundo Material. É a ponte para as dúvidas que muitas vezes pairam entre nós. É a ajuda para solucionar os seus problemas, é a orientação a quem necessita. É a Essência da Vida traduzida em palavras. Por isso, apareça, relaxe, viaje neste espaço e siga o seu coração tirando todas as suas dúvidas.

.

ENVIE A SUA QUESTÃO

 

HORÁRIOS DOS RITUAIS NO TSU

MENU

ACONSELHAMENTO ESPIRITUAL

OS ORIXÁS E O SEU SIGNO

O QUE SÃO ORIXÁS

O QUE É O JOGO DE BUZÍOS

TRADIÇÃO AFRICANA

O SIGNIFICADO DAS VELAS

ENTREVISTAS SAPO ZEN

TEMPLO SAGRADO DE UMBANDA

 

Faça a sua Simpatia

Rituais de Amor e Sexo
Rituais para a Beleza
Rituais para Crianças
Rituais Diversos

 

 

Video

Pai Pedro de Ogum no Facebook

Arquivos

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Posts recentes

Dizer adeus é dar boas vi...

Quinta-feira, 4 de Fevereiro de 2010

Dizer adeus é dar boas vindas ao recomeço...!

 

É mais ou menos assim, quando se fala em renovação, (e a nossa cultura tem até um ritual de renovação todo dia 1 de janeiro), bem, quando se fala em renovação está intrínseco fazermos uma releitura das situações em nossa vida que nos provocaram marcas, dores, ou conflitos diversos.
Todos nós temos uma missão na vida e este é o nosso foco existencial, mas é preciso nos sensibilizarmos para captarmos qual a nossa missão na vida. Podemos, por exemplo, confundirmos nossa verdadeira missão com distrações aqui e ali no caminho da nossa vida, coisas que aparentemente nos dão a sensação de realização mas que, na verdade, nos deixam estacionados em nossa zona de conforto. Nestes casos, um dia, mais cedo ou mais tarde, nossa zona de conforto pode se acabar (como no vídeo Quem mexeu no meu Queijo - em que os duendes se acomodaram com sua montanha de queijo e nem perceberam quando ela acabou, aí eles ficaram desamparados de uma hora para a outra...).
Uma boa meta de vida pode ser, por exemplo,em cada momento fazermos o nosso melhor, o mais positivo que pudermos. Fazermos o nosso melhor para nós mesmos em consonância com o universo.
As dores e derrotas do passado nos servem para acumularmos conhecimento sobre como agirmos cada vez mais em confluência com nossa proposta de vida.
Por exemplo, quando uma criança pequena coloca o dedo na tomada, ela pode ver faíscas e se assustar, e então aprenderá que não se deve tocar na tomada.
Quando a gente se precipita nas relações humanas, e isso nos gera decepções, por exemplo, podemos aprender que precipitar-se daquela forma é um grande risco e que os ganhos não cobrem os custos daquele tipo de relação.
Desta forma vamos ficando mais equilibrados internamente e também com relação aos que estão a nossa volta.
Uma dose de coragem é preciso para irmos em direção ao novo, para deixarmos as nossas zonas de conforto, os nossos ganhos secundários, e irmos em direção ao novo de modo consciente, com discernimento, com equilíbrio e maturidade.
Nós construímos a nossa vida a cada instante, a cada escolha que fazemos, inclusive, em termos de que sentimentos vamos ter em relação às situações de nossa vida.
Mudar é evoluir, aprimorar é mudar, melhorar, crescer, e nós, seres humanos, não somos rígidos, somos maleáveis, flexíveis, capazes de aprendizado.
Julgar é inútil por que o erro faz parte da vida. O que podemos é aprender com os erros, nos tornarmos mais cuidadosos, mais maduros e responsáveis.
Aquele que responde a uma situação de forma madura é responsável. Podemos lançar um olhar mais objetivo para as situações da vida, menos dramático, e desta forma conquistamos maior discernimento e entendimento.
Todos nós temos pontos fortes e pontos fracos, identificarmo-nos com nossos pontos fortes nos potencializa a acreditar em nosso próprio potencial para transformarmos nossos pontos fracos. Isto é renovar-se.
sinto-me:
publicado por Pai Pedro de Ogum às 16:07
link do post | comentar | favorito

Pai Pedro de Ogum

Babalorixá

O Pai Pedro de Ogum é o Dirigente Espiritual do Templo Sagrado de Umbanda, com Ordem de Ifá (Leitura de Buzíos), Pai Pedro de Ogum desenvolve actualmente um trabalho de organização e implementação da FEUCA - Federação Europeia de Umbanda e Cultos Afro, além do trabalho de divulgação dos fundamentos da Umbanda, ao efectuar Palestras e Workshops em prol de uma boa informação sobre o que é a Umbanda e os Cultos Afro.




CONTACTO

Telf: 21 1806408

Telf: 91 89 89 500.
Site oficial: www.temploextauxry.com


Fale com Pai Pedro de Ogum

paipedrodeogum@sapo.pt


CONSULTAS
Jogo de Buzios
Tarot dos Orixás
Aconselhamento Espiritual

Marque a sua CONSULTA:

Telf: 21 1806408

Telf: 91 89 89 500.




TEMPLO SAGRADO DE UMBANDA
Rua Pero Escobar - Lote 2989
2975-393 Quinta do Conde - Sesimbra
Telefone: 21 1806408 / 91 89 89 500

Pesquisa

 

Abril 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Tags

todas as tags

Subscrever feeds

blogs SAPO