Este é o seu espaço de encontro entre o Mundo Espiritual e o Mundo Material. É a ponte para as dúvidas que muitas vezes pairam entre nós. É a ajuda para solucionar os seus problemas, é a orientação a quem necessita. É a Essência da Vida traduzida em palavras. Por isso, apareça, relaxe, viaje neste espaço e siga o seu coração tirando todas as suas dúvidas.

.

ENVIE A SUA QUESTÃO

 

HORÁRIOS DOS RITUAIS NO TSU

MENU

ACONSELHAMENTO ESPIRITUAL

OS ORIXÁS E O SEU SIGNO

O QUE SÃO ORIXÁS

O QUE É O JOGO DE BUZÍOS

TRADIÇÃO AFRICANA

O SIGNIFICADO DAS VELAS

ENTREVISTAS SAPO ZEN

TEMPLO SAGRADO DE UMBANDA

 

Faça a sua Simpatia

Rituais de Amor e Sexo
Rituais para a Beleza
Rituais para Crianças
Rituais Diversos

 

 

Video

Pai Pedro de Ogum no Facebook

Arquivos

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Posts recentes

A Família Espiritual

Quinta-feira, 5 de Fevereiro de 2009

A Família Espiritual

  

A família é um dos maiores fatores de crescimento que Deus pôs à disposição do homem.
É pela família que nos unimos por laços de amor ou de ódio, reforçando afinidades ou criando novas. Seja harmoniosa ou não, a família tenta nos unir para que possamos desenvolver o sentimento maior que viemos aprender na terra: o amor.

Quando nascemos, ganhamos uma família. Todos nós temos ou tivemos pais, e a primeira condição do ser humano, nesta vida, é a de filho. Sendo essa a nossa primeira condição na Terra, temos que reconhecer o esforço daqueles que nos permitiram aqui chegar.
Não é por outro motivo que o Evangelho diz: Honrai vosso pai e vossa mãe.

A eles devemos, ao menos, a vida. Mas dever a vida não é simplesmente a oportunidade de estarmos aqui, neste mundo. Vai muito além disso. É através de nossos pais que começamos a
realizar as experiências a que nos propusemos nesta vida. Por isso, nossos pais nos dão a vida material e a espiritual também, porque é através deles que o nosso espírito se prepara para crescer.

Seria uma ilusão falarmos que todas as famílias vêm unidas por laços de amor. Nós sabemos muito bem que muitos estão juntos por elos de ódio, ressentimento, culpa, etc. Daí vêm as
dificuldades. Muita gente se pergunta: por que fui nascer nessa família? Não tenho nada a ver com ninguém aqui. Tem. Se não tivesse, ia procurar outro lugar para reencarnar. Pode não ter
afinidade de sentimentos ou pensamentos, mas, com certeza, possui afinidade na necessidade da experiência. Quando duas pessoas nascem na mesma família e não se dão, é porque têm em comum a experiência do aprendizado da conquista do amor, do respeito e do perdão.

Qualquer um que conviva conosco faz parte da nossa família. Temos uma família de sangue, uma no trabalho, na escola, no templo religioso.
Temos um pai, uma mãe e somos todos irmãos. Por isso, podemos exercitar todos esses sentimentos uns com os outros. Diante da espiritualidade, ninguém é parente de ninguém e todo mundo é parente de todos. A família espiritual é imensa e abrange toda a humanidade, porque estamos todos ligados ao único Pai, que é Deus.

O mais importante de tudo é aprendermos o valor do amor. Seja em que família viermos, ou mesmo em família alguma. A solidão também é uma forma de aprendizado e crescimento, muitas vezes para que possamos reconhecer e dar valor aos laços de família. Quando pensamos que aqueles que caminham conosco nada têm a acrescentar na nossa vida e procuramos nos afastar ou desfazer deles, talvez tenhamos que vir sozinhos para aprender como é importante ter alguém ao nosso lado, compartilhando o mesmo teto e enfrentando os mesmos problemas.
Isso fortalece os laços de família e os de amor também.

Então, que possamos todos nos amar indistintamente, para aumentarmos cada vez mais a nossa família, que formaremos com aqueles seres com quem já tivermos conquistado o verdadeiro sentimento de amor.

publicado por Pai Pedro de Ogum às 11:55
link do post | comentar | favorito

Pai Pedro de Ogum

Babalorixá

O Pai Pedro de Ogum é o Dirigente Espiritual do Templo Sagrado de Umbanda, com Ordem de Ifá (Leitura de Buzíos), Pai Pedro de Ogum desenvolve actualmente um trabalho de organização e implementação da FEUCA - Federação Europeia de Umbanda e Cultos Afro, além do trabalho de divulgação dos fundamentos da Umbanda, ao efectuar Palestras e Workshops em prol de uma boa informação sobre o que é a Umbanda e os Cultos Afro.




CONTACTO

Telf: 21 1806408

Telf: 91 89 89 500.
Site oficial: www.temploextauxry.com


Fale com Pai Pedro de Ogum

paipedrodeogum@sapo.pt


CONSULTAS
Jogo de Buzios
Tarot dos Orixás
Aconselhamento Espiritual

Marque a sua CONSULTA:

Telf: 21 1806408

Telf: 91 89 89 500.




TEMPLO SAGRADO DE UMBANDA
Rua Pero Escobar - Lote 2989
2975-393 Quinta do Conde - Sesimbra
Telefone: 21 1806408 / 91 89 89 500

Pesquisa

 

Abril 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Tags

todas as tags

Subscrever feeds

blogs SAPO