Este é o seu espaço de encontro entre o Mundo Espiritual e o Mundo Material. É a ponte para as dúvidas que muitas vezes pairam entre nós. É a ajuda para solucionar os seus problemas, é a orientação a quem necessita. É a Essência da Vida traduzida em palavras. Por isso, apareça, relaxe, viaje neste espaço e siga o seu coração tirando todas as suas dúvidas.

.

ENVIE A SUA QUESTÃO

 

HORÁRIOS DOS RITUAIS NO TSU

MENU

ACONSELHAMENTO ESPIRITUAL

OS ORIXÁS E O SEU SIGNO

O QUE SÃO ORIXÁS

O QUE É O JOGO DE BUZÍOS

TRADIÇÃO AFRICANA

O SIGNIFICADO DAS VELAS

ENTREVISTAS SAPO ZEN

TEMPLO SAGRADO DE UMBANDA

 

Faça a sua Simpatia

Rituais de Amor e Sexo
Rituais para a Beleza
Rituais para Crianças
Rituais Diversos

 

 

Video

Pai Pedro de Ogum no Facebook

Arquivos

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Posts recentes

Um abraço forte a quem "...

Nova Gira (Ritual) no TSU

NOVO RITUAL DO TSU

Procura-se Médiuns

Honestidade

Festa em Honra de Exu e B...

Protocolos Mágicos

Desenvolvimento Mediunico

Você não deve ser umbandi...

Venha ser FELIZ

BOAS FESTAS A TODOS.

RITUAIS E CAMARINHAS AFRO...

1ª Camarinha - Retiro Esp...

Ébó Kásipàlará - Reconfig...

Globo Repórter mergulha n...

Por que a Vida é asssim ?

Palestra e Ritual - 19 de...

O que esperar de um(a) Bà...

Fotos da Festa de Yemanjá...

Festa em honra do Orixá Y...

Festa em honra do Orixá Y...

Noite Mágica e Esotérica ...

CONVERSAS EM RELIGIÃO

O que é Égbé Awo Omo Ogùn...

Diálogo com e entre as Re...

Reportagem do Jornal de L...

FESTA DE OGUM - QUINTA DO...

FESTA DE OGUM - PORTUGAL

Inauguração do TSU - Leir...

Inaguração do TSU-Leiria

RITUAL DE DESOBSESSÃO

CONSULTAS DE BUZIOS - 201...

TSU - LEIRIA

Iniciação em Ifá

Tertúlia sobre Religiões ...

Tertúlia sobre Religiões ...

A Fé e o Dinheiro, e a Am...

RETIRO ESPIRITUAL

Ritual Yorubá

Oro mimá - Bantos

Novo Peji 2013 - Renovaçã...

PALESTRA DE UMBANDA - DEZ...

Umbanda - Uma Religião Li...

Um dia você aprende que.....

Facebook

As rezadeiras tem remédio...

MENSAGEM DE PAI PEDRO DE ...

PROGRAMA JULÍA PINHEIRO

O poder de escolher

Implantação do Egbé Awo O...

Quarta-feira, 14 de Julho de 2010

Animais Protectores - Feitiçaria Africana (Angola)

Ao contrário do que supostamente acontece em outras áreas do país, no Dombe não há a mística de que os feiticeiros voam. Razão pela qual estes, segundo contaram a este jornal, usavam apenas animais como jacarés, leões, cobras e lobos. O lobo era interpretado por indivíduos que no período nocturno iam roubar animais dos outros, como vacas, cabritos e galinhas, para depois comê-los.

Pinto Kanivete, uma referência local

O leão era o guarda daqueles que possuíam muito gado. Ele protegia o curral e ficava a proteger os bens do seu dono apenas a noite, no período diurno permanece escondido nos arbustos.

Consta entre os populares locais, como disse Kapalandada, que o também conhecido rei da floresta servia igualmente de meio de transporte para as grandes viagens nocturnas dos fazendeiros.

“As pessoas só viajavam à noite. Por exemplo, quem quisesse sair daqui para Benguela ver os seus bois tinha de montar num leão, até o seu destino. Eu já não, isso aconteceu mais com os nossos antepassados que eram grandes criadores de bois”, explicou o nosso interlocutor.

Por sua vez, a cobra fazia trabalhos de protecção. Ninguém podia roubar nas se alguém por se queixar de que está doente porque foi enfeitiçado, dificilmente ele ficará curado, mesmo que recorra a unidades hospitalares com materiais sofisticados. Só volta ao seu estado normal quando a matéria for vista a nível do sobado.

“Primeiro escutamos as declarações prestadas pelo paciente. Tentar saber como foi enfeitiçado e se são parentes ou não. Depois vamos adivinhar num curandeiro e aquilo que for dito, eu como soba tenho de obrigar o acusado a curar o doente. Ele fica melhor, não há o risco de o curandeiro enganar”, assegurou o soba.

Os relatos indicam que o feitiço não é feito de qualquer maneira. Os tios só podem enfeitiçar os filhos das irmãs, não os seus e muito menos os dos irmãos. Segundo apurámos, junto dos mais velhos, o filho da irmã é “presa fácil” porque é o principal herdeiro do trono, tão logo o irmão da mãe abandone o mundo dos vivos.

“Tudo que vem da linhagem do filho da minha irmã pode ser morto; é carne para o canhão. O filho do meu irmão só pode ser abatido pelo irmão da esposa”, contou um dos mais velhos.

 

Cuianga aos líderes tradicionais

Dizem os nativos que, quando alguém morre, o seu caixão move-se por si. Quando morre uma autoridade tradicional nesta área da província de Benguela, o caixão onde estão os restos mortais é submetido a ritual para se apurarem as causas da morte. 
Se o finado tinha poderes, o caixão, que é levado em quatro paus, começa a fazer retornos, indicando o local onde está enterrado ou guardado o objecto que supostamente conferia os mesmos domínios ao malogrado. 
Segundo os habitantes, o morto indica um local e depois de ser enterrado os familiares têm de matar um cabrito, que é colocado numa panela de barro, e com a cauda de uma zebra trabalhada encontram o lugar onde está escondido o feitiço. 
O tal feitiço, que pode estar em forma de um chifre ou a tampa de um garrafão, só pode ser retirado no dia posterior ao sepultamento.
Por: Dani Costa, no Dombe Grande Fotos: Daniel Miguel
Fonte: O PAIS DOSSIER FEITIÇARIA
publicado por Pai Pedro de Ogum às 18:57
link do post | comentar | favorito

Pai Pedro de Ogum

Babalorixá

O Pai Pedro de Ogum é o Dirigente Espiritual do Templo Sagrado de Umbanda, com Ordem de Ifá (Leitura de Buzíos), Pai Pedro de Ogum desenvolve actualmente um trabalho de organização e implementação da FEUCA - Federação Europeia de Umbanda e Cultos Afro, além do trabalho de divulgação dos fundamentos da Umbanda, ao efectuar Palestras e Workshops em prol de uma boa informação sobre o que é a Umbanda e os Cultos Afro.




CONTACTO

Telf: 21 1806408

Telf: 91 89 89 500.
Site oficial: www.temploextauxry.com


Fale com Pai Pedro de Ogum

paipedrodeogum@sapo.pt


CONSULTAS
Jogo de Buzios
Tarot dos Orixás
Aconselhamento Espiritual

Marque a sua CONSULTA:

Telf: 21 1806408

Telf: 91 89 89 500.




TEMPLO SAGRADO DE UMBANDA
Rua Pero Escobar - Lote 2989
2975-393 Quinta do Conde - Sesimbra
Telefone: 21 1806408 / 91 89 89 500

Pesquisa

 

Abril 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Tags

todas as tags

Subscrever feeds

blogs SAPO