Este é o seu espaço de encontro entre o Mundo Espiritual e o Mundo Material. É a ponte para as dúvidas que muitas vezes pairam entre nós. É a ajuda para solucionar os seus problemas, é a orientação a quem necessita. É a Essência da Vida traduzida em palavras. Por isso, apareça, relaxe, viaje neste espaço e siga o seu coração tirando todas as suas dúvidas.

.

ENVIE A SUA QUESTÃO

 

HORÁRIOS DOS RITUAIS NO TSU

MENU

ACONSELHAMENTO ESPIRITUAL

OS ORIXÁS E O SEU SIGNO

O QUE SÃO ORIXÁS

O QUE É O JOGO DE BUZÍOS

TRADIÇÃO AFRICANA

O SIGNIFICADO DAS VELAS

ENTREVISTAS SAPO ZEN

TEMPLO SAGRADO DE UMBANDA

 

Faça a sua Simpatia

Rituais de Amor e Sexo
Rituais para a Beleza
Rituais para Crianças
Rituais Diversos

 

 

Video

Pai Pedro de Ogum no Facebook

Arquivos

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Posts recentes

Um abraço forte a quem "...

Nova Gira (Ritual) no TSU

NOVO RITUAL DO TSU

Procura-se Médiuns

Honestidade

Festa em Honra de Exu e B...

Protocolos Mágicos

Desenvolvimento Mediunico

Você não deve ser umbandi...

Venha ser FELIZ

BOAS FESTAS A TODOS.

RITUAIS E CAMARINHAS AFRO...

1ª Camarinha - Retiro Esp...

Ébó Kásipàlará - Reconfig...

Globo Repórter mergulha n...

Por que a Vida é asssim ?

Palestra e Ritual - 19 de...

O que esperar de um(a) Bà...

Fotos da Festa de Yemanjá...

Festa em honra do Orixá Y...

Festa em honra do Orixá Y...

Noite Mágica e Esotérica ...

CONVERSAS EM RELIGIÃO

O que é Égbé Awo Omo Ogùn...

Diálogo com e entre as Re...

Reportagem do Jornal de L...

FESTA DE OGUM - QUINTA DO...

FESTA DE OGUM - PORTUGAL

Inauguração do TSU - Leir...

Inaguração do TSU-Leiria

RITUAL DE DESOBSESSÃO

CONSULTAS DE BUZIOS - 201...

TSU - LEIRIA

Iniciação em Ifá

Tertúlia sobre Religiões ...

Tertúlia sobre Religiões ...

A Fé e o Dinheiro, e a Am...

RETIRO ESPIRITUAL

Ritual Yorubá

Oro mimá - Bantos

Novo Peji 2013 - Renovaçã...

PALESTRA DE UMBANDA - DEZ...

Umbanda - Uma Religião Li...

Um dia você aprende que.....

Facebook

As rezadeiras tem remédio...

MENSAGEM DE PAI PEDRO DE ...

PROGRAMA JULÍA PINHEIRO

O poder de escolher

Implantação do Egbé Awo O...

Quarta-feira, 14 de Outubro de 2009

Como nasce um Terreiro de Umbanda

Para explicar melhor este tema, vou contar uma breve história fictícia, mas que ocorre em muitas ocasiões.

Geralmente , o adepto de hoje da Umbanda é aquela pessoa que depois de passar por médicos, curandeiros, pastores, padres, advinhos, gurus e outros tantos, encontra alguém que lhe susurra ao ouvido:

- Eu conheço um Pai de Santo que vai resolver a sua vida.

Pacientemente, ele vai, com muita desconfiança, ao terreiro e ao chegar, encontra várias pessoas vestidas de branco e quase pensa que foi levado a um hospital, pois está diante de enfermeiros.

Passado um pouco, ele ouve os atabaques soarem e tem “inicio” uma cantoria” totalmente desconhecida para ele.

Depois de ouvir alguns cânticos, algumas pessoas vestidas de branco se ajoelham, batem no peito e soltam um grito longo e estridente; outras se abaixam como tivessem muita idade.

Nesse momento, ele está muito confuso e pensa que foi parar num manicómio. Sente uma vontade enorme de se ir embora, mas alguém o chama e resolve entrar.

Alguém lhe diz:

- Venha falar com o Preto Velho.

-Com quem? Pergunta ele, sem entender nada do que se passa á sua volta.

- Com o “Pai João”, -esclarece a pessoa vestida de branco.

Ele olha para a frente, e para os lados do terreiro, e fala:

Não vejo nenhum Preto Velho, - nem vai ver, reponde a pessoa de branco – ele está incorporado no “Pai Laurentino”, o chefe do terreiro.

- Venha, ele está á sua espera.

Ele, então, ajoelha-se á sua frente, em um banquinho de madeira, e leva logo com uma baforada de cachimbo na cara.Não consegue entender nada do que fala a entidade, pois é um tal “mi zi fio” e “mi zi fio” para cá e para lá, e nada......não entende nada mesmo. Finalmente, um Cambono percebe o embaraço em que se encontra e, traduz tudo aquilo que o Preto Velho falou.

Após alguma conversa com a entidade, ele fica a saber que é médium e que necessita de se vestir de branco para começar a trabalhar no terreiro. Se ele for uma pessoa vaidosa, vai pensar:

“Que bom, sou médium”. Mas se é uma pesssoa humilde, pensa: “E agora? O que é que eu faço com isto?”

Mais tarde, o cambono explica-lhe que, ao começar a trabalhar no terreiro, a sua vida irá melhorar gradualmente.

Como ele já passou por vários lugares e nada mais tem a perder, concorda com a idéia e, na semana seguinte, já começa os seu trabalho de Desenvolvimento Mediúnico.

Após algum tempo de trabalho espiritual, tal como cambonear as Entidades, e desenvolvendo a sua mediunidade, ele sente a sua vida mais equilibrada e quando menos espera ajoelha-se, bate no peito e grita. Ocorre nesse momento, a sua primeira incorporação. Passa o tempo e ele servindo de “cavalo” ás suas entidades, começa a aprender o porquê da ritualística, e começa a entender melhor a Doutrina Umbandista.

Num tempo inesperado, e realiza o grande ritual do Bori e assenta as suas Entidades e começa a dar consultas e passes mediúnicos.Cada vez mais, as suas Entidades são procuradas pelos asssitentes. Começa então o seu maior problema; os ciumes de alguns médiuns mal preparados mental e espiritualmente.

Um dia, um desses Médiuns, chega ao pé da Pai de Santo e diz: “Ele,  está a querer o teu lugar”.

A Pai de Santo determina, então muito democráticamente: “ A partir de hoje, cada médium só pode dar três consultas”. A situação torna-se cada vez mais complicada e totalmente insustentável e um dia ele pega na imagem da sua entidade e, se depara que está fora do terreiro.

Vai para casa, coloca a imagem em cima do armário do seu quarto e, se é mulher, deita-se e chora a noite inteira; se é homem, fala meia duzia de palavrões, jura que nunca mais volta a incorporar e pensa que os seus problemas acabaram. Grande Engano: é aí que eles começam.

Alguns assistentes que se consultavam com as suas Entidades ficam preocupados com a sua ausência e começam a indagar o seu paradeiro.

Alguém chega a estas pessoas e diz:”Olha, ele não trabalha mais aqui, mas sei aonde ele mora”. Começa então uma romaria a casa do médium e essas pessoas pedem-lhe que os ajude, pois estavam a ser consultadas pelas suas Entidades e os trabalhos ficaram pela metade.Pedem então que o médium incorpore pelo menos uma vez para terminar o trabalho que tinha sido começado.

O médium tira a imagem de cima do armário e, ali mesmo, na sala ou na cozinha, incorpora as Entidades para atender aquelas pessoas.

A procura pelo médium torna-se cada vez mais intensa e os trabalhos passam a ser realizados na garagem. Nessa altura, alguém mais preocupado diz: “Vamos abrir um terreiro”.

E sem entender nada, a sua missão estava realmente a começar......!

 

Texto adaptado do livro"Iniciação á Umbanda" de Ronaldo Antonio Linares, Diamantino Fernandes Trindade e Wagner Veneziani costa - Editora Madras

publicado por Pai Pedro de Ogum às 16:06
link do post | comentar | favorito
13 comentários:
De lilian valadao a 22 de Outubro de 2009 às 01:03
Pai pedro , quanta sabedoria.
Fico feliz de entrar em uma pagina tão gratificante.
Sinceros parabens pela simplicidade e boa colocação
das palavras, para que pessoas simples possam ler e entender tudo que o senhor explica em sua pagina.
E de pessoas como o senhor que nos umbandistas estamos
precisando.
Sua Benção meu querido
Continue por favor a nos alimentar com sua generosa sabedoria.



De Emanuelle Ivanovich a 26 de Agosto de 2011 às 18:08
Parabéns Pai Pedro!
Estou no momento exato que você acaba de descrever... não sei o que faço! Mas depois que acabei de ler essas palavras, minha mente abriu...

Continue sempre assim!

Muito axé!

Beijos!
De juli a 24 de Janeiro de 2012 às 19:51
ola pai pedro estou na situaçao relatada a cima estou confusa por favor me ajude minha casa vive cheia de pessoas a procura de ajuda faço varios atendimentos existem ate pessoas se desenvolvendo. mas nao posso ter um terreiro assim pedi a minha mae que fizesse os procedimentos ela se recusou ,conversando com um amigo babalaorixa do candomble ele me aconselhou a abrir um terreiro mas nao sei como fazer isso de nenhum ponto de vista legal e espiritual pois sem o concentimento de minha mae? ou ate mesmo uma questao de espaço pois como muitos terreiro possuo um espaço pequeno e dentro da minha propriedade... como ensinar meus filhos? como formar um ogan? se sou capaz de seguir essa missao? ou de forma legal me filiar a associação umbandista para que seja da forma mais correta? me disseram que do ponto de vista espiritual caso a mae nao queira passar um terreiro ajudar e auxiliar umfilho isso pode ser feito atraves dos proprios guias da pessoa e seus ensinamentos nao tenho duvidas em relação aos meus guias mas quero fazer isso da melhor forma possivel se puder me ajudar tive uma boa sensaçao assim que abri o site mesmo antes de ler o texto sobre sua pessoa.
De ANNA YARITZA a 22 de Abril de 2012 às 00:02
SUA BENÇAO PAI PEDRO.E INCRIVEL COMO ME IDENTIFIQUEI COM A HISTORIA ACIMA POIS PASSO PELO MESMO PROBLEMA E PIOR D TUDO E QUE O MEU PAI D SANTO VIVE ME PREJUDICANDO.....PARABENS PAI PEDRO.CONTINUE ASSIM....
De Oriana Andrade a 11 de Julho de 2012 às 05:04
Olá tudo bem. Pai Pedro estou precisando de orientações. Estou me iniciando na quimbanda. Mas cresci dentro da umbanda. Mas minha mãe de santo tem horas que fala que umbanda e outras quimbanda. Até agora fiz meu bori. Ainda não recebo nenhuma entidade mas sinto muito as vibrações. Minha avó era mãe de santo de umbanda e ela faleceu faz uns 4 meses e não deixou ninguém pra continuar sua missão ou continuar no terreiro; e depois de muitas conversas chegamos ao ponto que vai se encerrar o centro da minha avó. Mas eu vou levar as imagens para minha casa e assentar lá. Mas não sei por onde começar, não sei os rituais e nem oque fazer. Minha mãe de santo vai me ajudar mas gostaria de saber oque o senhor acha. Se puder me ajudar agradeço. um grande abraço.
De Valéria a 9 de Outubro de 2012 às 11:46
Salve meu Pai, exatamente isto que me aconteceu, do início até agora.Muito obrigada.
De luana yaddy a 7 de Novembro de 2012 às 17:24
sua bençao pai pedro tenho medo tenho muita vontade mais mto medo por favor me ajude obrigada
De Júlia a 5 de Fevereiro de 2013 às 19:19
Boa Tarde Pai Pedro, em primeiro lugar gostaria de parabenizar pela excelente página e pelo carinho com todos os seguidores e logo após gostaria que me enviasse uma solução pois estou passando por uma situação parecida pois eu frequentava um terreiro desde que descobri que era médium por 5 anos meus guias firmaram, só que de uns três anos para cá foi o que o Sr. relatou e minha mãe começou a me destratar e se desfazer de meus trabalhos e com o tempo sai do terreiro e meus guias começaram a chegar em casa e hoje trabalho em casa e muitas pessoas que já se consultavam com meus guias veem até minha casa, porém hoje construí faz um mês que construí um congal em casa só que gostaria que o Sr. me auxiliasse como posso legalizar a situação. Obrigada, axé
De luciana moraes gonçalves a 28 de Fevereiro de 2013 às 21:35
preciso de ajuda pois sou médium e quero trabalhar
De sirley a 2 de Abril de 2013 às 21:31
koló fê meu pai olha o que aconteceu aconteceu comigo mas sai do terreiro e todo terreiro que entro acontece isso agora decidi largar a religião mas não me sinto muito bem minha mãe disse que eu teria que abrir um terreiro para ela e não para mim pois ela trabalha no terreiro de minha irmã o que faço por favor me ajude preciso conseguir sair ou tocar minha vida para frente na verdade nem acho que incorporo mas dizem que sim acho que é mentira obrigado

Comentar post

Pai Pedro de Ogum

Babalorixá

O Pai Pedro de Ogum é o Dirigente Espiritual do Templo Sagrado de Umbanda, com Ordem de Ifá (Leitura de Buzíos), Pai Pedro de Ogum desenvolve actualmente um trabalho de organização e implementação da FEUCA - Federação Europeia de Umbanda e Cultos Afro, além do trabalho de divulgação dos fundamentos da Umbanda, ao efectuar Palestras e Workshops em prol de uma boa informação sobre o que é a Umbanda e os Cultos Afro.




CONTACTO

Telf: 21 1806408

Telf: 91 89 89 500.
Site oficial: www.temploextauxry.com


Fale com Pai Pedro de Ogum

paipedrodeogum@sapo.pt


CONSULTAS
Jogo de Buzios
Tarot dos Orixás
Aconselhamento Espiritual

Marque a sua CONSULTA:

Telf: 21 1806408

Telf: 91 89 89 500.




TEMPLO SAGRADO DE UMBANDA
Rua Pero Escobar - Lote 2989
2975-393 Quinta do Conde - Sesimbra
Telefone: 21 1806408 / 91 89 89 500

Pesquisa

 

Abril 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Tags

todas as tags

Subscrever feeds

blogs SAPO